Banner Teknisa

Mofo ou bolor nos alimentos: veja algumas dicas para evitá-lo

Banner Rancho do Pescador
Banner Cursos de Confeitaria Online

Quando você esquece o pão de forma no armário e em pouco tempo ele apresenta partes esverdeadas ou cheiro ruim, ou se foi até a geladeira em busca de um alimento e dá de cara com aquela cobertura cinza, quer dizer que sua comida está embolorada ou com mofo, e isso é um problema que afeta muito nosso cotidiano.

O mofo, ou bolor, é o resultado de uma grande concentração de fungos, que são organismos presentes em qualquer matéria orgânica. Nos alimentos em questão, o que vemos são hifas, que seriam os fios que constituem o corpo dos fungos – neste caso, é possível que o alimento esteja estragado, impossibilitando o consumo.

Segundo o biomédico Roberto Martins Figueiredo, conhecido como Dr. Bactéria, quando um alimento possui marcas de mofo em determinada parte, todo o restante pode estar contaminado por toxinas. O fungo não é composto apenas pela parte visível, podendo ter a sua colônia nos demais locais do alimento, que varia de acordo com a espécie.

Diversos fatores podem contribuir para o aumento do emboloramento dos alimentos, que podem ser condições do clima, tempo seco na residência, entre outros. O importante é identificar esses fatores para evitar ao máximo. Além disso, no momento de escolher o alimento, deve-se verificar a validade e se não tem sinais de mofo antes de comprá-lo. Com isso, você evitará levar alimentos que podem infectar outros que já estão na sua casa.

Listamos algumas opções para que, quando você comprar algum alimento, esteja atento a algumas questões.

Banner Espaçamento

Dicas


Prazo de validade

Todo alimento possui uma data de validade, sejam produtos industrializados, bebidas ou frutas de um modo geral. Essa informação precisa ser checada no momento da compra, para não sair no prejuízo e acabar comprando errado. Esteja atento aos prazos no momento em que estiver em casa e dependendo de alguns produtos – o importante é que seja consumido o mais rápido possível.


Não compre muita comida

Ao fazer as compras no mercado, pegue apenas o que irá consumir em curto prazo. Carnes e alguns vegetais estragam facilmente e podem ter problemas de bolor, por isso, é interessante que se compre poucas unidades.


Umidade e limpeza

Um dos motivos que aceleram o processo de embolorar o alimento é a qualidade do ar, por isso, é importante estar sempre atento. Quando perceber algum alimento embolorado, limpe o local imediatamente, para não contaminar outros alimentos e melhore as condições do lugar. Produtos como purificador de ar podem ser interessantes para aumentar a umidade e garantir a integridade dos alimentos.


Como evitar o bolor?

Para evitar o emboloramento, uma das medidas que podem ser usadas é a adição de aditivos como ácido sórbico. Essa substância pode ser utilizada na panificação, para evitar o crescimento de bolores e leveduras, e pode ser benéfico ao alimento. No entanto, existe um período em que esses aditivos são ativos e, caso ultrapassem o prazo de validade, os micro-organismos se multiplicam.

 

Foto Destaque: Banco de imagens/iStock

Sabor à Vida

Portal do Estado de São Paulo com tudo sobre Gastronomia: Notícias, TV, Cozinhas, Bebidas, Técnicas, Artigos, Guia Gastronômico, Receitas, Classificados e muito mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × um =