Banner Teknisa

A produção nacional de milho e os muitos benefícios desse ingrediente

Banner Rancho do Pescador
Banner Cursos de Confeitaria Online

Bolo de fubá, pamonha, saladas e até cerveja: o milho está presente em muitas formas e receitas dentro da culinária e da dieta brasileira. O alimento, original da América, é conhecido pela sua versatilidade e pelos benefícios que pode proporcionar quando consumido com frequência.

Leia mais: Especial Bolo de Fubá Cremoso

A produção de milho é uma parte muito importante da indústria brasileira. Segundo o Ministério da Agricultura, o grão tem potencial para crescer até 43,8% nos próximos dez anos. Isso se dá devido à oferta e à qualidade da produção brasileira, que atraem o mercado exterior, e também ao crescimento da produção nacional de carnes, que tem o milho como principal insumo.

Não é de se espantar que o milho esteja tão presente no dia a dia, mas a verdade é que o consumo do alimento é baixo, se comparado ao seu uso em outras áreas e à exportação. É possível que o brasileiro ainda não esteja ciente das diversas qualidades do grão.

A começar pelo seu caráter nutritivo, o milho oferece uma grande quantidade de carboidratos, responsáveis pelas reservas energéticas do corpo. Ele traz também proteínas, capazes de melhorar a manutenção do corpo, facilitando a produção de enzimas, hormônios e anticorpos.

O milho também possui reservas de vitamina A, que faz bem para a visão e para a pele, além de também favorecer a imunidade, ajudando na prevenção de doenças. As vitaminas do complexo B estão presentes junto de minerais como ferro, fósforo, cálcio, magnésio e potássio.

Para se ter uma noção, 100g de milho equivalem a 370 calorias, divididas em 10g de proteínas, 5g de gorduras e 70g de carboidratos. O alimento também contém fibras em abundância, podendo gerar grande sensação de saciedade.

Atualmente, a despeito das geadas e secas, que, momentaneamente, encarecem o grão, existe uma pressão para o aumento da produção nacional. O grão é muito utilizado como insumo na produção de carnes, bebidas alcoólicas e muitos outros produtos da indústria nacional.

Sendo assim, é natural o surgimento de políticas públicas que incentivem a produção. Segundo informações reunidas pelo Jornal de Brasília, a Associação Brasileira dos Produtores de Milho (Abramilho) vem agindo na intenção de pressionar a favor de garantir o abastecimento.

Algumas das ações que podem ser tomadas nas políticas públicas por profissionais da área, como os que participaram do concurso PPGG, incluem estímulo ao pequeno produtor, importações pontuais e incentivo à mudança de postura e política que envolvem o crédito rural.

Uma indústria de sucesso e consistente é a chave para manter a estabilidade no preço desse produto, que faz bem à população e pode fazer muito mais se estiver diariamente presente

 

Foto Destaque: Banco de imagens/iStock

Sabor à Vida

Portal do Estado de São Paulo com tudo sobre Gastronomia: Notícias, TV, Cozinhas, Bebidas, Técnicas, Artigos, Guia Gastronômico, Receitas, Classificados e muito mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + 11 =