Como posso saber se tenho alguma deficiência nutricional?

Banner Rancho do Pescador
Banner A. R. Antiguidades
Banner Raiane Gomes
Banner Espaçamento

Quem aqui nunca ficou anos sem fazer um exame de sangue para detectar se tem alguma deficiência de vitaminas e minerais? Uma das formas de identificar uma possível deficiência nutricional ou excesso de algum nutriente em nosso organismo é através de alguns sintomas externos que podem afetar nossa saúde de forma significativa.

As vitaminas e os minerais em si são cofatores de várias funções orgânicas, por isso o desequilíbrio deles pode afetar nosso corpo de dentro para fora deixando-nos mais vulneráveis às doenças.

Os exames bioquímicos são uma ferramenta eficaz na detecção dessas deficiências, mas os exames físicos auxiliam de forma mais simples nessa detecção. Em uma consulta presencial com um nutricionista, a investigação alimentar pode ajudar na suspeita de deficiência nutricional e a partir dessa investigação a avaliação física associada aos exames bioquímicos podem servir de base para um diagnóstico médico e nutricional.

Para te ajudar a identificar esses sinais físicos que podem demonstrar deficiências nutricionais, a seguir apresento algumas condições clínicas mais comuns que avalio em consulta:

Cabelos

  • Seco, fino e escasso: deficiência de proteína, biotina e/ou zinco, excesso de vitamina A;
  • Muito enrolado na raiz: deficiência de vitamina A;
  • Despigmentação transversa do cabelo: desnutrição proteica;
  • Quebradiço e fraco: deficiência de proteína e/ou zinco.

Olhos

  • Papiledema: excesso de vitamina A;
  • Cegueira noturna: deficiência de vitamina A;
  • Manchas de Bitot: deficiência de vitamina A;
  • Anel branco acinzentado ao redor da córnea: depósito de lipídios em idosos, hiperlipidemia em jovens.

Lábios

  • Rachaduras, vermelhidão e descamação no canto da boca: deficiência de riboflavina (vitamina B2), piridoxina (vitamina B6), niacina (vitamina B3) e/ou ferro;
  • Lábios edemaciados com rachaduras verticais no centro labial inferior: deficiência de riboflavina, piridoxina e /ou niacina.

Pele

  • Descamante: deficiência de vitamina A, zinco e ácidos graxos essenciais e excesso de vitamina A;
  • Craquelenta: deficiência de proteína;
  • Hiperceratose folicular (sensação de areia grudada): deficiência de vitamina A e/ou C;
  • Petéquia: deficiência de vitamina C;
  • Hematoma e sangramento subcutâneo: deficiência de vitamina C e K;
  • Pigmentação amarelada: excesso de caroteno;
  • Descamação em áreas expostas ao sol: deficiência de niacina.

Unhas

  • Mole, fina e facilmente dobrável: desnutrição e artrite crônica;
  • Ondas transversais em mais de uma extremidade: deficiência de proteína;
  • Irregulares e manchadas: deficiência de vitaminas;
  • Forma de colher fina: deficiência de ferro.

Caso você identifique algumas destas características físicas procure ajuda profissional para evitar doenças relacionadas a desequilíbrios nutricionais e para fazer reposição de alguma vitamina ou mineral se necessário.

 

COMECE HOJE MESMO A DIMINUIR A TAXA DE GLICOSE DO SEU SANGUE!VOCÊ SABE QUAL A TAXA DE INFLAMAÇÃO CELULAR DO SEU CORPO? DESCUBRA AQUI!400 RECEITAS FIT COM CARDÁPIOS - SAIBA MAIS!

Foto: Banco de imagens


Raiane Gomes

RAIANE GOMES

Nutricionista (CRN3 | 45314). Atendimento com foco no emagrecimento e na hipertrofia muscular. Fone: (11) 99651-4161. E-mail: nutricionistaraianesp@hotmail.com.

Como posso saber se tenho alguma deficiência nutricional?
5 (100%) 1 vote[s]
Banner Anuncie Aqui

Sabor à Vida

Portal do Estado de São Paulo com tudo sobre Gastronomia: Notícias, TV, Cozinhas, Bebidas, Técnicas, Colunistas, Guia Gastronômico, Receitas, Classificados e muito mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *