» Início » Parceiros » Como enviar Bitcoin para um endereço BTC externo

Como enviar Bitcoin para um endereço BTC externo

por | set 29, 2022 | Parceiros

Receba o conteúdo do Sabor à Vida!

A Bitcoin está rapidamente a tornar-se a opção de pagamento preferida de muitas pessoas — o número de transações mensais processadas pela principal gateway do mundo, CoinsPaid, ultrapassa hoje a marca de 1 milhão. Conheça as vantagens de pagar com BTC e saiba como fazer pagamentos em BTC em segundos.

Bitcoin como forma de pagamento: será que é para si?

Muitas pessoas veem a Bitcoin meramente como um ativo de investimento. Mas, ao contrário das ações ou commodities, a Bitcoin também pode ser usada como forma de pagamento. É bastante fácil enviar Bitcoin para um endereço no website de uma empresa e pagar um bilhete de avião, um programa informático, ou um cartão oferta, por exemplo.

Pagar com BTC é cada vez mais comum. CoinsPaid, a primeira empresa de processamento de criptomoedas no mundo, processa cerca de 8% de todas as transações globais de Bitcoin na blockchain.

Nos últimos anos, os dados do Google Trends também mostram um aumento contínuo no volume de pesquisa de “como enviar Bitcoin”. O interesse em fazer transações com BTC é especialmente elevado em países africanos como a Nigéria e o Gana, e na América Latina, particularmente na Venezuela, na Argentina, e no Brasil.

Como enviar Bitcoin para um endereço BTC externo

Então, porque é que tantas pessoas querem saber como comprar Bitcoin e usá-la em pagamentos online? Vamos explorar esta questão ao pormenor — e oferecer um guia simples sobre como enviar pagamentos em Bitcoin para um endereço externo.

Como enviar Bitcoins: um tutorial rápido

  1. Descarregue uma carteira que aceite Bitcoin. Recomendamos uma carteira de múltiplas moedas, para que também possa pagar em ETH, DOGE, USDT e outras criptomoedas à sua escolha. Alguns exemplos incluem as novas carteiras de criptomoedas da Jaxx ou da CoinsPaid.
  2. Compre algumas BTC. O nosso artigo recente — Como comprar Bitcoin com um cartão de crédito ou débito — explica como fazê-lo.
  3. Escolha um produto, vá até à página de pagamento, e selecione “Pagar com BTC”.
  4. Neste momento, podem ser-lhe apresentadas várias opções: um endereço de destinatário, uma ligação de pagamento, e/ou um código QR.

A propósito, o que é um endereço BTC? É um identificador exclusivo que geralmente tem a forma de uma sequência de números e letras, como esta:

1CvBMSEWstWetqTF6Au4m4GFg7xJaNVN2.
É tudo o que precisa para enviar um pagamento.

Pagar compras online em BTC

1) Pagar através de um endereço

Se o site do comerciante só lhe fornecer um endereço do destinatário, basta copiá-lo, abrir a carteira e ir à secção “Enviar” ou “Levantar”. Cole o endereço e confirme a transação. Também pode ajustar o preço máximo da taxa de gas (mas não o estipule demasiado baixo, ou o pagamento pode ser bloqueado). Copie o ID da transação só por precaução, para que o possa enviar para o comerciante se a compra não for confirmada no prazo de uma hora.

2) Pagar através de um “QR code”

O endereço de pagamento Bitcoin pode ser codificado num “QR code”. A maioria das principais empresas de processamento, tais como a CoinsPaid, aceitam esta opção. Abra a sua carteira móvel e procure o ícone do scanner ou do “QR code”. Depois, aponte-o para o código no ecrã do portátil. Se estiver a fazer compras no telemóvel, toque no código.

A sua carteira deve retirar automaticamente os dados do “QR code”, incluindo o montante e o endereço. Basta-lhe confirmar a transação.

3) Pagar através de uma ligação

Esta ligação, quando clicada, faz a mesma coisa que o “QR code”. A sua carteira abre-se com a quantia e o endereço já pré-preenchidos.

Pagamentos em BTC no mundo: os mais recentes desenvolvimentos

O ano de 2021 foi decisivo para o desenvolvimento dos pagamentos em criptomoedas. Primeiro, a PayPal viabilizou a compra e o armazenamento de BTC na aplicação e adicionou a funcionalidade “Checkout com Cripto”. A seguir, El Salvador tornou-se o primeiro país no mundo a legalizar a Bitcoin.

O número de empresas que aceitam BTC também disparou. Por exemplo, em 2021, a carteira de clientes da CoinsPaid aumentou de 300 empresas para mais de 800. Estes comerciantes têm uma audiência de mais de 7 milhões de clientes finais, que estão agora expostos aos pagamentos em criptomoedas.

Eis alguns dos desenvolvimentos recentes que definirão o mercado de pagamento em criptomoedas nos próximos meses:

  • A cidade suíça de Lugano, importante centro criptográfico, vai promover a utilização da Bitcoin;
  • Uma escola no Dubai passou a aceitar propinas em BTC e ETH.
  • O Estado da Flórida planeia permitir aos residentes pagar impostos em BTC.

Bitcoin vs. cartões de crédito: a perspetiva do utilizador final

Em 2021, o volume de pagamentos em criptomoedas processados pela CoinsPaid aumentou em 350 %. Ainda assim, a BTC continua a ser uma opção de pagamento “exótica” para a maior parte das pessoas, que prefere limitar-se aos cartões bancários. Mas como será que estes dois métodos se comparam?

Do ponto de vista do utilizador final, a BTC tem várias vantagens:

  • Aceitação quase garantida. Desde que a taxa de gas seja corretamente definida, o pagamento será realizado — ninguém pode recusá-lo ou bloqueá-lo, como muitas vezes acontece com as transações com cartão.
  • Segurança. Não há risco de furto de dados pessoais ou financeiros. Em contraste, os criminosos podem furtar os dados do seu cartão de crédito e usá-los para fazer compras não autorizadas.
  • Condições de igualdade. Independentemente da sua localização, a transação de BTC será processada na mesma velocidade e com a mesma taxa que a de qualquer outra pessoa.

Por outro lado, existem alguns inconvenientes:

  • Curva de aprendizagem. Vai precisar de adquirir uma carteira de criptomoedas, comprar algumas BTC, e aprender a enviar Bitcoin para um endereço.
  • Tempo de processamento. Pode levar 10 minutos para obter uma confirmação na cadeia, por isso o processamento de uma transação de BTC pode demorar 30 minutos ou mais. Felizmente, alguns dos principais processadores (incluindo a CoinsPaid) suportam pagamentos imediatos de BTC e ETH.
  • Taxas de gas. Em 2022, a taxa de transação média de BTC permanece acima de 1,5 $, o que significa que esta opção de pagamento é mais adequada para compras de valor superior a 50 $.

Olhemos agora para os prós e contras dos cartões bancários. A principal vantagem é que são rápidos — o processamento dos cartões leva poucos segundos. No entanto, existem alguns inconvenientes importantes:

  • Taxas ocultas. Se estiver a pagar numa moeda diferente da utilizada no cartão, haverá uma taxa de câmbio. Mais, alguns sistemas de processamento cobram uma taxa sobre certos tipos de cartões, e pode ser incluída uma comissão extra no preço de um produto para cobrir as despesas de aquisição do banco pagas pelo comerciante.
  • Furto de informações. A incidência de furto de informações de cartões subiu 113 % em 2020, e perdem-se milhares de milhões de dólares por ano em transações ilegais.
  • Recusa de pagamento. Em alguns países e mercados, especialmente no iGaming, os bancos costumam bloquear os pagamentos com cartão em certos sites — e podem até bloquear a conta.

A conclusão? Pagar com Bitcoin é mais seguro e confidencial do que com cartão.

Bitcoin vs. cartões: a perspetiva do comerciante

Os comerciantes têm, sem dúvida, ainda mais motivos para aderir à Bitcoin:

  • Poupanças de até 80 % nos custos de pagamento (com base em relatórios de comerciantes que utilizam a CoinsPaid);
  • Taxa de aprovação superior a 99 % (o que significa que praticamente todas as transações são bem sucedidas);
  • Sem estornos (são impossíveis no mundo das criptomoedas, uma vez que ninguém além do dono da carteira pode iniciar uma transação);
  • Uma audiência crescente de utilizadores de criptomoedas, que procuram locais onde possam gastar as suas BTC.

Alternativas à BTC: que outras criptomoedas servem para pagamentos?

Já observámos que uma única transação de BTC lhe custará mais de 1,5 $ e pode demorar 30 minutos ou mais a processar. Se não estiver preparado para esperar tanto tempo, tem duas alternativas:

  1. Comprar em comerciantes que utilizem gateways com processamento instantâneo de BTC, tais como a CoinsPaid.
  2. Usar outras criptomoedas. As opções de pagamento mais baratas são o USDT TRC-20 (stablecoin Tether na blockchain Tron) e a BNB (que usa a Binance Chain). O LTC (Litecoin) também continua a ser popular, assim como o DOGE.

Integrar um sistema de processamento de criptomoedas é fácil

Os pagamentos em Bitcoin estão em expansão, com um crescimento de 300 % todos os anos. Em alguns países, tais como o Vietname ou o Paquistão, mais de 20 % da população usa criptomoedas.

Para as empresas que querem ganhar vantagem competitiva, é importante adicionar as criptomoedas como opção de pagamento o mais rápido possível. Felizmente, tal não exige muito esforço: a integração com uma boa empresa de processamento (como a CoinsPaid) demora poucos dias. A única coisa que o comerciante tem de fazer é testar o sistema e adicionar um botão de pagamento Bitcoin no site.

É bem provável que daqui a três ou quatro anos as compras com criptomoedas sejam tão banais como com a Apple Pay. Gostaria de usar esta janela de oportunidade e de se antecipar à competição? Então, entre em contato com a CoinsPaid hoje mesmo e saiba como os pagamentos com Bitcoin podem transformar o seu negócio.

Foto Destaque: Depositphotos/Banco de imagens

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pacotes de Viagens