Banner Teknisa

Da culinária ao entretenimento: algumas das principais invenções francesas

Banner WhatsApp e Telegram
Banner Rancho do Pescador
Banner Curso Beca Milano

Uma das nações de maior importância para o desenvolvimento da humanidade nos últimos séculos, a França possui um rico contexto histórico e sua influência pode ser observada em vários setores.

No mundo contemporâneo, os franceses desempenham um papel importante em uma extensa lista de segmentos. Aqui estão alguns deles: cinema, moda, culinária, entretenimento, tecnologia, ciências sociais e exatas.

Até por isso, quando o assunto são inovações de impacto, eles merecem um relevante destaque. Desta forma, da culinária ao entretenimento, iremos destacar algumas célebres invenções que tiveram uma contribuição direta de personalidades francesas e que ficarão marcadas para sempre na história.

Banner Espaçamento

Culinária: panela de pressão

A França não é reconhecida mundialmente como o berço da gastronomia à toa. Para se ter uma ideia, a primeira panela de pressão foi desenvolvida pelo físico e inventor francês Denis Papin (1647-1712), em 1669.

Sua obra é mencionada nos dias de hoje como “marmita de Papin” ou “digestor”. Até nos primeiros anos do século XX, o material utilizado na confecção do utensílio ainda era o ferro fundido (o mesmo utilizado por Papin). Até que, em 1905, a empresa estadunidense Presto Company fabricou o primeiro modelo em alumínio — seguida pelas alternativas mais comuns à base de aço inoxidável.

Nos últimos anos, graças ao rápido avanço da tecnologia (que vem ganhando cada vez mais espaço entre os consumidores) estão os modelos elétricos. A panela elétrica de pressão instantânea (Instant Pot ou IP), além de ser uma das maneiras de economizar gás de cozinha, se tornou o objeto doméstico mais vendido nos Estados Unidos.


Medicina: estetoscópio

Da culinária ao entretenimento: algumas das principais invenções francesas
Photo by PxHere – PxHere license

Muito provavelmente, o único instrumento de diagnóstico usado por quase todos os profissionais de saúde em todo o mundo é o estetoscópio. Ele foi inventado por um médico francês, Rene Laennec (1781-1826), em 1816.

O curioso é que sua invenção ocorreu de maneira aleatória: o francês teve a ideia após observar dois jovens enviando sinais um para o outro através de um longo pedaço de madeira maciça, fazendo sons de arranhar com um alfinete.

Sendo assim, para colocar em prática o funcionamento do estetoscópio com base no que viu, Dr. Laennec tentou distintas formas de materiais. Até que finalmente decidiu por um tubo oco de madeira, com 3,5cm de diâmetro e 25cm de comprimento. Nascia aí um dos acessórios de medicina mais relevantes da humanidade.

Com o passar de décadas, o estetoscópio evoluiu à medida que novos materiais foram sendo introduzidos, mas o conceito básico dos profissionais da saúde ouvirem os sons de dentro da cavidade torácica permanece exatamente o mesmo.


Cassino: poker

Uma das modalidades de entretenimento mais conhecida nos cassinos, acredita-se que o poker contemporâneo é proveniente de um jogo de cartas francês chamado “poche”, que chegou aos Estados Unidos por meio de colonos franceses que fundaram a cidade de Nova Orleans, no século XVIII.

Mas foi somente no século XX, especificamente a partir dos anos 1930, que a modalidade ganhou status de sucesso global. Isso ocorreu, principalmente, pela forte influência da cultura de cassinos norte-americanos, que iniciaram uma nova era de entretenimento cultural na sociedade.

Outro marco relevante na história da modalidade: em 2010, com a chancela da International Mind Sports Association (IMSA), o poker se tornou oficialmente um esporte da mente, o que certamente contribuiu para reforçar o seu status de fenômeno global de entretenimento.

Além do mais, sua popularidade vem sendo reforçada através de diversos meios, especialmente pelos sites de poker online. Mas sem deixar de lado elementos tradicionais que contribuem para a longevidade desse entretenimento. Na plataforma da PokerStars, por exemplo, há um dicionário com os principais termos da modalidade, que variam desde expressões clássicas até as mais modernas do jogo.


Fotografia: a primeira foto

A primeira fotografia na história da humanidade foi feita em 1826, pelo inventor francês Nicéphore Niépce (1765-1833). Através de um processo denominado heliografia, que precisou de muitas horas de exposição, a foto ficou conhecida mundialmente como “Vista da Janela em Le Gras” — local de sua casa de campo, na França.

Para conseguir tal feito, Niépce imaginava usar um material sensível à luz para que a própria luz “registrasse” a imagem para ele. Após muitas tentativas e erros, ele finalmente encontrou a fórmula perfeita para o que queria e expôs uma placa de estanho em uma câmera escura por cerca de oito horas no parapeito de sua janela.

Anos mais tarde, ele associou-se ao químico e pintor parisiense Louis Jacques Mandé Daguerre (1787-1851), com o objetivo de melhorar a técnica heliográfica — e eles conseguiram.

Ambos aperfeiçoaram as placas de metal revestidas de estanho e escureceram as sombras com vapor de iodo, tudo isso em 1829. O processo foi registrado no contrato de sociedade entre ambos inventores na época.


Irmãos Lumière e Émile Reynaud: os pais do cinema

Os irmãos franceses Auguste Marie Louis Nicholas Lumière (1862-1954) e Louis Jean Lumière (1864-1948) levam o crédito de muitos historiadores por serem os “pais do cinema”, quando projetaram pela primeira vez um filme dentro de um café de Paris, em 1895.

A atração foi exibida por meio de um cinematógrafo, invenção promovida pelos próprios irmãos. O aparelho permitia gravar, copiar e projetar imagens reais de forma prática, algo bastante revolucionário para aquela época.

O documentário “Lumière! A Aventura Começa” (2017), disponível no Brasil na plataforma do Telecine Play, é uma ótima pedida para aqueles que querem conhecer a trajetória desses ícones da sétima arte.

Já o percursor do cinema de animação foi o professor e inventor francês Émile Reynaud (1844-1918). Em 1888, ele entrou para a história do entretenimento ao criar o teatro ótico, no qual apresentava cenas animadas ao público.

 

Foto Destaque: PxHere/Banco de imagens

Banner Cursos de Confeitaria Online

Sabor à Vida

Portal do Estado de São Paulo com tudo sobre Gastronomia: Notícias, TV, Cozinhas, Bebidas, Técnicas, Artigos, Guia Gastronômico, Receitas, Classificados e muito mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + 2 =