Ibriks de cerâmica: a melhor forma de preparar o tradicional café turco

Banner Benedita Vaz Massoterapeuta
Banner A. R. Antiguidades
Banner Espaçamento

O Brasil é segundo maior consumidor de café do mundo. Dados da ABIC – Associação Brasileira da Indústria de Café, apontam que em 2017 nosso País consumiu cerca de 21.5 milhões de sacas, o que corresponde a 1.07 milhão de toneladas. Perdemos o posto de maior consumidor apenas para os Estados Unidos, que consumiu cerca de 25.8 milhões de sacas no último ano. Isso só confirma o que nós já percebíamos: todo brasileiro ama um bom cafezinho, seja puro, com leite, expresso ou coado. O interesse pela bebida fez com que outras formas de consumo se popularizassem no País, como é o caso do café turco, conhecido pela leitura da borra que fica no fundo da xícara, prática chamada cafeomancia. Esse tipo de café é preparado nos Ibriks – uma espécie de “panelinha” de cabo longo que permite a fervura da água junto ao grão moído finamente, com outras especiarias: cardamomo, canela e anis estrelado.

Conheça o projeto: “Do Cafezal ao Cafezinho” realizado pela Fazenda Santo Antônio da Bela Vista em Itu

 

APRENDA A FAZER MASSAS FRESCAS COM TÉCNICAS DE CONGELAMENTO!MONTE SUA NHOQUERIA - CONFIRA MAIS DETALHES!400 RECEITAS FIT COM CARDÁPIOS - SAIBA MAIS!

 

Essa é uma das únicas formas de fazer café onde a água é fervida. Neste método, são necessárias três fervuras para considerar o café pronto para consumo. O resultado é descrito em um dos provérbios turcos que diz que “O café deve ser negro como o inferno, forte como a morte e doce como o amor”. Ou seja, cada gole é encorpado, saboroso e muito aromático.

A única restrição ao seu consumo está justamente nas peças utilizadas para sua preparação que, em geral, são feitas em metal e, quando aquecidas, podem liberar resíduos que contaminam a bebida e prejudicam a saúde de quem consome com frequência. A boa notícia é que existem alternativas aos utensílios tradicionais, como os Ibriks de cerâmica da Ceraflame – marca catarinense especialista em cerâmicas refratárias.

A cerâmica exclusiva da marca é 100% atóxica, ou seja, não libera nenhum tipo de resíduo durante as preparações. Outro diferencial é que ela também é ultra resistente a choques térmicos, permitindo que o café saia do fogão direto para a uma superfície fria, como as mesas de mármore, por exemplo. “Como a cerâmica refratária mantém a temperatura por mais tempo, o Ibrik pode ser retirado antes do fogo, o que proporciona economia de gás, além de fazer com que o café permaneça quente ao ser servido na mesa”, explica Kilian Schroeder, gerente da Ceraflame.

As peças da empresa estão disponíveis em diferentes modelos e nas cores preto, chocolate, pomodoro, cobre e rose gold. Site: www.ceraflame.com.br.

Ibriks de cerâmica: a melhor forma de preparar o tradicional café turco
5 (100%) 1 vote[s]
Banner Itu.com.br

Sabor à Vida

Portal do Estado de São Paulo com tudo sobre Gastronomia: Notícias, TV, Cozinhas, Bebidas, Técnicas, Colunistas, Guia Gastronômico, Receitas, Classificados e muito mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *