Banner 22Bet
» Início » Colunistas » Paula Boldrini » Coleção Saudade: Volume 1
Automação Comercial

Coleção Saudade: Volume 1

set 19, 2018 | Colunistas, Paula Boldrini

Banner Rancho do Pescador

O nosso primeiro contato com a comida, vem da nossa mãe, com o leite materno e seu significado de vínculo afetivo. Começa aí nossa relação com o alimento, o papel da comida na nossa vida e seus significados e emoções que dele surgem. Falaremos do valor sentimental e não só ó nutricional da Alimentação. Sou nutricionista e minha escolha profissional foi feita pois minha mãe é cozinheira, e graças a ela e a comida dela, Comida de Mãe, surgiu meu interesse pela área. Minhas memórias de infância tem gosto de: sopinha de legumes (feita por ela, não comprada), feijão amassadinho, frutinhas raspadas com a colher até aquelas festinhas de escola e aniversários inesquecíveis. Sempre com todas as comidas feitas em casa, com mesa de bolo e docinhos feitos pela família, enfeites de mesa caseiros, caprichados e especiais feitos na garagem de casa. Foram muitos e inesquecíveis anos assim. Sempre gostei, aproveitei e registrei no coração, na memória e nos álbuns de fotos ainda de filmes… Que Filme! Aquele cheiro de lanchinho de carne desfiada ou de salsicha com molho no saquinho branco bem como os doces caseiros como cocada e doce de abóbora… e o bolo de chocolate com confeitos coloridos. Ainda consigo sentir o cheiro de tudo… Estas e outras memórias com gosto e cheiro da minha infância definem até hoje minha relação afetiva com a comida. Visitei agora a cozinha da saudade, o centro afetivo da casa e do meu coração. Qual é o papel da comida afetiva, aquela que nutre o coração? Respondo: Servir Afeto! Hoje o que se busca e se quer é isso. Inclusive nos restaurantes renomados de grandes chefs depois de oferecerem nos seus pratos técnicas antigas, filosofias de grandes cozinheiros, escolas de cozinhas tradicionais como referência e base, estão renomeando, repaginando, e retomando a uma memória gustativa: Comida de mãe! Comida de afeto! Todos nós já sabemos consciente ou inconscientemente que a comida está relaciona às emoções. Às tendências gastronômicas para os próximos anos e para o futuro; é a volta da comida do passado. Demostrados através de comida caseira e artesanal, produtores locais e menores, alimentação saudável, cozinha de resgate, preocupação com o meio ambiente, com os animais, com o lixo e com o desperdiço e com a responsabilidade social e do planeta! Coisas que já existiam e que com o desenvolvimento se perdeu. A cozinha do resgate! O melhor tempero é o da memória, o sabor tem pitadas de nostalgia e a saudade tem gosto…

Aquele cheiro de café ainda agora entrou pelo meu nariz. Suspirei! Café passado! Bem passado! Bom passado! O cheiro e o café são fortes, assim como a memória gustativa. Buscamos isso nas nossas refeições de hoje! E os restaurantes que nos ouçam e saibam que buscamos nos sentir em casa… na casa da mãe. Tratem de achar aqueles velhos livros de receitas de família ou aquelas coleções maravilhosas que foram pioneiras no assunto e que existem reeditadas até hoje.

Essa coleção ficou de herança… completa!

Coleção Saudade… Volume 1…


Paula Boldrini

PAULA BOLDRINI

Nutricionista e com sua mãe cozinheira criaram o Facebook Paula Boldrini e o Instagram Já pra Panela com produções culinárias caseiras para tornar seu dia a dia mais gostoso.

Banner Melhores Cursos Online

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pacotes de Viagens
Banner JVSpin
Banner Melhores Cursos Online