Automação Comercial

Sabia que a vontade de comer nem sempre está ligada com a necessidade fisiológica?

Banner Sinergia Brazil
Banner Rancho do Pescador
Banner Melhores Cursos Online

Banner Raiane Gomes

Com certeza você já deve ter ouvido alguma discussão de uma mãe para o filho, onde ela grita: “você não vai comer, porque você não está com fome!” e o filho reclama: “mas eu quero comer…”

Muitas vezes as sensações que sentimos não são respostas da nossa necessidade física de comer e sim emocional, é aí que entendemos que não existe apenas um tipo de fome, mas dois principais que vou exemplificar para você:

A Fome Física, acontece quando o nosso estômago começa a roncar, nos sentimos sem energia, conforme o tempo vai passando ela vai aumentando, é sentida após um longo período de privação de comida e traz saciedade e satisfação.

Já a Fome Emocional, acontece na ausência de sinais físicos (estômago calmo), vem acompanhada de desejos específicos (ex: chocolate), não se passou tanto tempo após a última refeição, a comida não sacia e não satisfaz totalmente, comer alguma coisa parece a melhor ou a única opção e vagueia pela cozinha em busca de “algo” que nem sempre sabe o que é.

É muito importante que você entenda esses conceitos para que você tenha um relacionamento saudável com a comida e aprenda a respeitar a sua fome.

A falta de equilíbrio no comer favorece prejuízos na sensação da fome, independente de qual seja. Todas as pessoas têm fome emocional de algum alimento, geralmente é de algum alimento rico em gordura e açúcar pois estes estão ligados a nossa sensação de prazer, mas isso não significa que você não deva comer esses alimentos, significa que eles podem ser incluídos no seu dia a dia sem te causar culpa.

Para você ajustar a sua sensação de fome e evitar a perda de controle sobre o que comer eu separei 5 dicas importantes:

1ª Dica: Tenha horários fixos para comer! Isso é muito importante para impedir que você fique pensando em comida toda hora e coma mais do que deve;

2ª Dica: Quando vier aquele desejo enooorme de comer um alimento rico em gordura e/ou açúcar (batata frita, bolo, chocolate, brigadeiro…) coma! É melhor comer 1 pedaço de bolo de chocolate com cobertura do que passar vontade e quando conseguir comer, comer o bolo todo sozinho(a);

3ª Dica: Sinta prazer pela comida e pare de criticar os alimentos! É típico de quem tem mentalidade de dieta e privação alimentar ficar procurando quem fale mal de determinado alimento, de fato todo alimento pode ter um lado bom ou ruim, mas isso está muito mais relacionado a quantidade e ao tempo de consumo do que ao alimento em si, portanto tenha equilíbrio, comer brigadeiro todo dia não é legal, mas nunca comer é pior ainda;

4ª Dica: Aproveite os momentos festivos para fazer suas exceções! O equilíbrio do comer saudável acontece quando você aproveita as ocasiões especiais para comer algo que traga união com as pessoas que você ama sem se restringir tendo em vista uma base alimentar saudável durante a maior parte do ano;

5ª Dica: Lide com as suas emoções sem descontar na comida! Uma das razões pela qual as pessoas comem demais é para tentar reduzir medo e ansiedade e quem aprende a comer por essas razões é motivado a comer sempre que se sentir dessa forma, você pode lidar com isso fazendo meditação, exercício de respiração ou simplesmente se distraindo com outras atividades.

Comer de forma intuitiva é justamente esse equilíbrio alimentar que é tão importante para a saúde física e emocional, é baseado em princípios que conduzem a normalizar sua relação com a comida, inclusive ter atenção plena no comer ajuda a prevenir e tratar doenças como transtornos alimentares, obesidade e diabetes.


Raiane Gomes

RAIANE GOMES

Nutricionista (CRN3 | 45314). Atendimento com foco no emagrecimento e na hipertrofia muscular. Fone: (11) 99651-4161. E-mail: [email protected].

Banner Melhores Cursos Online

Sabor à Vida

Portal do Estado de São Paulo com tudo sobre Gastronomia: Notícias, TV, Cozinhas, Bebidas, Técnicas, Artigos, Guia Gastronômico, Receitas, Classificados e muito mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

seis − três =