Banner Teknisa

Publicitário cria cerveja caseira com rapadura em Ribeirão Preto

Banner WhatsApp e Telegram
Banner Rancho do Pescador
Banner Curso Beca Milano

Em Ribeirão Preto, São Paulo, a criatividade na elaboração de cervejas artesanais não para. O publicitário Quico Soares de Oliveira, por exemplo, criou a cerveja caseira Ipa na Xulipa, com rapadura. A produção foi uma homenagem à gastronomia da região.

A ideia surgiu com um trabalho de pós-graduação em gastronomia brasileira realizado pelo também artista e professor. “Antes de cursar gastronomia, eu não cozinhava. Quando eu fiz 50 anos, decidi me dar um presente, mas confesso que foi um desafio diferente. Professor voltar a ser aluno é estranho, mas eu não sabia nada. Quando eu coloquei a dólmã de cozinheiro achei ridículo, mas decidi cumprir mais um desafio na vida. Aprendi muito, levei a sério e me propus a cozinhar todos os dias. Aí veio a pós e encarei esse desafio da cerveja”.

Oliveira conta que a primeira coisa que pensou foi realizar um trabalho sobre doces mineiros da festa de Folia de Reis, mas era algo distante de Ribeirão. “Como já gostava de cerveja e tinha certo conhecimento, decidi fazer sobre. Não queria fazer qualquer coisa, comecei a pesquisar e descobri que Cajuru (SP) é a maior produtora de rapadura do Estado. Pensei nisso e decidi fazer. Estudamos, lemos, conversamos com pessoas e arriscamos até dar certo”.

O publicitário diz que esteve na inauguração da Cervejaria Colorado e que gostava da Indica também feita com rapadura. “Como eu colocaria essa matéria prima dentro da cerveja? Foram 45 dias até o término da produção para conseguir o resultado”, conta.

A cerveja é cobreada com a espuma na cor creme. “Já me falaram para comercializar a Ipa, mas por enquanto faço em poucas quantidades para tomar com os amigos. Fazer cerveja não é difícil, mas existe um sistema para a produção. O mais difícil são os processos de higienização e o processo químico que a receita leva. Em Ribeirão tem vários cursos e até na internet é possível aprender, mas o meu conselho é fazer a primeira vez com uma pessoa que já conhece o processo”.

Banner Espaçamento


Equipamentos

Para o publicitário, hoje em dia é possível fazer a própria cerveja sozinho. “Você não gasta nem R$ 1 mil em equipamentos para produzir uma cerveja. Existe um custo pequeno, mas a cerveja vai ser sua. Todo processo é divertido”.


Publicidade

O professor diz que mesmo atuando no projeto pela gastronomia, seria irônico depois de entrar na área da gastronomia não criar uma marca, uma identidade, um nome. O título veio do ex-narrador de esportes Osmar Santos, que inventava muitos jargões. Ele falava ‘Ripa na xulipa’. “Fiz a brincadeira com o estilo da cerveja e o nome ficou Ipa na xulipa”.

Quico finaliza dizendo que a bebida tem um visual de literatura de cordel. “Tem tudo a ver com o nordeste. Decidi que teria a cara da cultura nordestina. Faço várias brincadeiras no rótulo com frases divertidas. A apresentação do projeto de conclusão deu muito certo”.

 

Por: Pedro Gomes
Fonte: Revide

Banner Cursos de Confeitaria Online

Sabor à Vida

Portal do Estado de São Paulo com tudo sobre Gastronomia: Notícias, TV, Cozinhas, Bebidas, Técnicas, Artigos, Guia Gastronômico, Receitas, Classificados e muito mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete + dois =