Automação Comercial

Os 10 alimentos saudáveis mais esquecidos

Banner Sinergia Brazil
Banner Rancho do Pescador
Banner Melhores Cursos Online

Confira a seguir os 10 alimentos saudáveis mais esquecidos!

Banner Espaçamento

1 – Ostras

Ricas em ácidos gordos, vitamina D e ômega 3, as ostras são um dos alimentos mais nutritivos por caloria. Este molusco é ainda um garante de vitamina B 12 natural, um composto apenas encontrado em alimentos de origem animal, mas depois de consumidas grandes quantidades.


2 – Chucrute e kimchi

O chucrute e o kimchi resultam da fermentação de legumes como a couve, sujeitos a um processo de produção de ácido lático a baixas temperaturas. A fermentação (resultado da junção entre o vegetal e o sal) faz com que o valor nutricional do produto aumente, transformando-se num probiótico natural. Os micróbios saudáveis ajudam a digestão e a absorção de nutrientes.


3 – Carnes escuras e vísceras

As vísceras, como o rim e o fígado, são carnes ricas em gordura e em nutrientes essenciais como o ferro. Apesar de possuírem um elevado número de calorias, não devem ser excluídas da nossa alimentação.


4 – Algas marinhas

As algas marinhas são uma verdadeira fonte de iodo (um componente essencial para as hormonas tiroideias que, por sua vez, têm um papel fundamental para o funcionamento do organismo). Pobre em gorduras, é um alimento de onde podemos retirar outros nutrientes fundamentais. Este alimento faz parte da alimentação de um dos povos com maior longevidade do mundo, localizado na ilha de Okinawa, no Japão.


5 – Gemas

O consumo de ovos está ainda associado ao colesterol elevado e ao desenvolvimento de doenças cardíacas, o que não corresponde à verdade. Os ovos podem mesmo ajudar a melhorar os níveis de lipídios do sangue e a fortalecer o organismo.


6 – Feijão e lentilhas

Poderá ser uma novidade para si, mas a perda de peso pode tornar-se mais fácil se ingerirmos o feijão e as lentilhas, ao invés de eliminar os hidratos de carbono. Além de darem energia, são ricos em ferro, fosfatos e outros compostos essenciais que não nos fazem “inchar”.


7 – Tubérculos 

Inclua o rabanete, os nabos, as cenouras, as beterrabas, as alcachofras-de-Jerusalém e até mesmo as batatas na sua dieta. Os tubérculos fornecem energia e ainda ajudam na libertação de transmissores cerebrais responsáveis pela sensação de bem-estar, como a serotonina, além de serem fontes de vitaminas C, A e do complexo B.


8 – Café

O café é mais do que um vício ou uma necessidade matinal, é uma das melhores fontes de polifenóis e outros antioxidantes. É um alimento que protege ainda do desenvolvimento de doenças hepáticas, diabetes tipo 2, entre outras.


9 – Queijos secos

Não falamos de queijo processado, mas de queijos envelhecidos como o parmesão ou o asiago, detentores da vitamina k2, um nutriente que ajuda a diminuir o risco de doenças cardíacas e cancerígenas. O segredo (como em quase tudo) está nas quantidades ingeridas.


10 – Cogumelos

Usados na medicina chinesa há milhares de anos, os cogumelos ajudam a fortalecer o sistema imunitário e são ricos em antioxidantes. E porque não ficam bem só na pizza, opte por cogumelos frescos e elabore receitas diversificadas.

 

Por: Joana Pinheiro Rodrigues

Banner Melhores Cursos Online

Sabor à Vida

Portal do Estado de São Paulo com tudo sobre Gastronomia: Notícias, TV, Cozinhas, Bebidas, Técnicas, Artigos, Guia Gastronômico, Receitas, Classificados e muito mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

quinze − 12 =