Conheça a história dos 4 principais queijos italianos

Banner Rancho do Pescador
Banner A. R. Antiguidades
Banner Espaçamento

Você sabia que o Brasil é o país com maior quantidade de descendentes italianos do mundo? Há, segundo a pesquisa de 2018 da Rapporto Italiani nel Mondo da Fondazione Migrantes, cerca de 30 milhões de brasileiros com esse perfil.

Leia mais: Pesquisa aponta que a culinária italiana é a mais querida pelos brasileiros

Entre 1870 e 1940 foram anos com o maior fluxo de imigrantes no Brasil. Como os italianos tiveram uma importância imensurável para a construção, estabelecimento e desenvolvimento do País, foi estipulado em 21 de fevereiro o Dia Nacional do Imigrante Italiano. A data foi escolhida para homenagear a expedição comandada, em 1874, por Pietro Tabacchi ao Espírito Santo.

A Itália é conhecida como o país da massa, principalmente com receitas de macarrão. Mas, você sabia que também é reconhecida mundialmente pelos excelentes queijos que surgiram lá? São os casos do parmesão, provolone, gorgonzola e mussarela, por exemplo.

MONTE SUA NHOQUERIA - CONFIRA MAIS DETALHES!400 RECEITAS FIT COM CARDÁPIOS - SAIBA MAIS!APRENDA A FAZER MASSAS FRESCAS COM TÉCNICAS DE CONGELAMENTO!
Banner Espaçamento

Parmesão

Conheça a história dos 4 principais queijos italianos
Queijo Parmesão

O “Parmigiano”, também chamado na antiguidade de “caseus parmesis” tem mais de oito séculos de existência, tendo surgido em 1.200 D.C., na região de Parma na Itália.

Acompanhamentos: é um queijo indicado para ser consumido puro, para gratinar massas e outros alimentos, em molhos e também ralado para realçar o sabor de pratos culinários e alimentos industrializados. Fica ótimo acompanhado de vinhos encorpados ou cerveja.

Leia mais: Clube de Assinaturas: Confraria Hallertau lança novos pacotes para fevereiro


Provolone

Conheça a história dos 4 principais queijos italianos
Queijo Provolone

É um queijo de “massa filada”, que tem nas regiões da Lombardia, Veneto e Cremona, sua mais importante produção. Diz-se “massa filada” porque após a fermentação da massa lática ela é esticada e rejuntada a quente. A Tirolez segue a receita original italiana. Produzido com puríssimo leite de vaca selecionado, é moldado em formas tubulares. Depois disso é amarrado artesanalmente, submetido à salga longa, secado e defumado por cerca de cinco horas em câmaras especiais. A defumação até hoje é natural e feita com casca de pinho, o que garante sabor único e o tom castanho-dourado da casca que recobre o queijo. Após longo período de maturação, o queijo está pronto para a venda. A maturação é um importante diferencial, pois faz com que o produto crie uma consistência mais firme e adquira sabor e aroma mais intensos.

Acompanhamentos: normalmente servido como aperitivo, pode ser ralado para polvilhar pratos, usado em gratinados, sanduíches, recheio de salgados e pães ou servido derretido, acompanhando carnes e batatas. Pelo seu sabor pronunciado, deve ser servido com vinhos tintos encorpados (também ditos robustos). Já para o nosso clima tropical, recomenda-se a degustação com cerveja.


Gorgonzola

Conheça a história dos 4 principais queijos italianos
Queijo Gorgonzola

Surgiu por volta do século X no vale do Rio Pó, na cidade que leva seu nome. Diz a lenda que o nascimento deste queijo, de aparência marmorizada e veios esverdeados, ocorreu, por acaso e por amor. Um queijeiro, em 879, estava tão apaixonado por uma moradora da cidade que, após correr atrás dela, deixou pela metade o processo de produção do Stracchino, um tipo de queijo de leite de vaca com massa mole e úmida. Ao retornar para a queijaria, logo percebeu o que tinha acontecido e tentou dar um jeitinho para que o seu emprego não corresse risco. Ele misturou um pouco de leite recém-ordenado ao leite da noite anterior e o escondeu na sala de maturação para que o seu patrão não visse, dessa mistura, nasceu o delicioso Gorgonzola.

Acompanhamentos: delicie puro ou em pastas, acompanhado de um pedaço de pão italiano ou torrada. A combinação com uvas verdes e mel é surpreendente. Este tipo de queijo permite ousar na hora de degustá-lo. Vinhos mais adocicados, como Vinho do Porto, Sauternes ou de Colheita Tardia, são ideais para equilibrar a doçura da bebida com o salgado do queijo.


Mussarela/Muçarela/Mozzarela

Conheça a história dos 4 principais queijos italianos
Queijo Mussarela

Originalmente produzido a partir do leite de búfala, hoje, igualmente de vaca, a Mussarela é um queijo de massa macia, que provém da Itália Meridional. Graças à culinária italiana ganhou o mundo todo.

Acompanhamentos: pizzas de todos os tipos, recheios de massas, coberturas de gratinados, sanduíches e pastéis são alguns dos quitutes sugeridos. Cortado em cubinhos e temperado com azeite, é uma ótima opção para comer como petisco ou enriquecer canapés ou saladas.


Sobre a Tirolez

Fundada há 38 anos, a Tirolez é uma das mais tradicionais marcas de laticínios do País. Com mais de 1.500 colaboradores, a empresa dispõe de seis fábricas e um Centro de Distribuição em São Paulo. Suas fábricas localizam-se em Minas Gerais (Tiros, Arapuá e Carmo do Paranaíba), em São Paulo (Monte Aprazível e Lins) e em Santa Catarina (Caxambu do Sul). Os produtos Tirolez possuem grande aceitação no mercado brasileiro em razão da elevada qualidade. Tal característica decorre, entre outras causas, da qualidade do leite, do cuidado artesanal e do carinho que dedica a seus produtos durante todas as etapas de produção. O portfólio da empresa é composto por mais de 40 tipos de produtos e mais de 100 SKUs, que podem ser encontrados em todo o Brasil. Site: www.tirolez.com.br.

Conheça a história dos 4 principais queijos italianos
5 (100%) 1 vote

Sabor à Vida

Portal do Estado de São Paulo com tudo sobre Gastronomia: Notícias, TV, Cozinhas, Bebidas, Técnicas, Colunistas, Guia Gastronômico, Receitas, Classificados e muito mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *