O Fermento e o sentimento

Banner Cafeteria Gamela
Banner A. R. Antiguidades
Banner Espaçamento

O fermento é químico; é química. O fermento é biológico; biologia do amor.

Fazer pão é transformar: farinha, água, sal e fermento, é transformar-se.

A vida é como um pão e os sentimentos; seus ingredientes…

A farinha de trigo é essencial para se fazer um pão, uma boa farinha faz um pão melhor… assim como nossas boas atitudes nos fazem uma pessoa melhor. A farinha quando misturada a água forma o glúten. A nossa vida também vai se formando como o glúten com as nossas escolhas e omissões, nossas renúncias e opções. Formamos elos, gomos, cadeias e famílias. Já não somos apenas 1. Apenas só, apenas sal. O sal é o tempero da vida, realça o sabor. Quando seguimos uma receita cada medida é controlada… mas sabemos muito bem que as vezes perdemos o controle da vida… do pão. Fica duro, mole, queima, fica sem sal ou salgado demais…

Alguns culpam o fermento, esse aglomerado de bactérias multiplicadoras representado em algumas culturas como a arrogância e o orgulho. Podem crescer tanto que se perde o controle da própria vida  das emoções e o domínio. Existe o pão sem fermento, que é pra nos lembrarmos que temos que ter controle de tudo. Não permite que elementos externos e descontrolados influenciem nas nossas escolhas; a ponto de nos perdemos de nós mesmos…

A função do fermento é a multiplicação e o crescimento… Assim como deve ser sempre a função do amor…, aqui nosso fermento é amor. Todo amor fermentado precisa de calor.

O calor do beijo, do abraço, do laço da trança das mãos e do coração.

O pão trança é um entrelaçamento de amor, de solidariedade e generosidade….

O forno é a paciência e devemos controlar o tempo e a temperatura e esperar…. Crescer…

Com o calor, tudo cresce… mesmo nos dias frios. O calor do coração ajuda a assar o pão e aquece nossa alma. E a quentura das mãos na hora de sovar fazem toda a diferença na hora de modelar o pão.

Não abra o forno antes, a pressa faz o pão murchar…. Saiba esperar ficar pronto. E cuidado, pode colocar tudo a perder…

É necessário o tempo correto para dar tudo certo, na vida também é assim, tempo para todas as coisas…

Está pronto? O pão pode ser, nós nem sempre…

É tão lindo ver no que se transformou, no que nos transformamos…

Existe o pão francês, o doce, o italiano, o recheado, de sal, integral etc.

Cada pão tem sua personalidade… é feito de um jeito… assim como nós.

É hora de comer… quente? Espere… agradeça primeiro… pratique a gratidão…

Partilhe o pão. Seja generoso e bondoso. Em cada fatia, uma intenção, uma doação, uma emoção, uma passagem, uma lembrança, um fim e um recomeço. Uma vida de pão.

Pão; Alimento do espírito e do corpo.

Não deixe o pão mofar, nem você se estragar…

Pão da vida!

Alimento diário…


Paula Boldrini

PAULA BOLDRINI

Nutricionista e com sua mãe cozinheira criaram o Facebook Paula Boldrini e o Instagram Já pra Panela com produções culinárias caseiras para tornar seu dia a dia mais gostoso.

 

APRENDA RECEITAS EXCLUSIVAS DE PÃES ARTESANAIS SEM GLÚTEN!

 

O Fermento e o sentimento
5 (100%) 1 vote
Banner IvaClin Artesanatos

Sabor à Vida

Portal do Estado de São Paulo com tudo sobre Gastronomia: Notícias, TV, Cozinhas, Bebidas, Técnicas, Colunistas, Guia Gastronômico, Receitas, Classificados e muito mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *